fbpx

Acabamento vs Revestimento: Quais as diferenças para paredes?

Quadro van gogh revestimento e acabamento

Acabamento vs Revestimento: Quais as diferenças para paredes?

Segundo uma pesquisa da MindMiners e 50% dos brasileiros em algum momento da vida querem construir uma casa própria. Esse desafio, além das barreiras de dinheiro e paciência, também exige que o idealizador tenha que virar um pouco de engenheiro, arquiteto e eletricista… Tudo isso ao mesmo tempo!
Nesse contexto, dúvidas acabam sendo formadas em relação a processos simples na construção civil, como por exemplo a diferença entre acabamento e revestimento. Dessa forma esse post não só responderá essa dúvida como também dará alguns exemplos de materiais usados em ambos os processos. 
Você lembra do professor falando: “Todo quadrado é um retângulo, mas nem todo retângulo é um quadrado”? Pois bem, é essa a ideia com Revestimentos e Acabamentos de parede!
A maioria dos acabamentos são revestimentos, mas nem todo revestimento é um acabamento!
Vamos simplificar?
“Revestimento” é todo material que recobrirá uma superfície (argamassa, tinta, azulejos, cerâmicas, fibra de vidro, PVC, isolantes térmicos….) Já “acabamento” é tudo que envolve os elementos de finalização de uma obra (tinta, frisos, algumas azulejos…)
Então sim, a partir daí é possível falar que todo acabamento é revestimento, mas nem todo revestimento é acabamento. Obs: isso em se tratando de paredes, ok? Alguns acabamentos, em sentido mais amplo, em outros contextos, não são necessariamente revestimentos. Podem ser processos ou atividades de finalização. Mas te contamos isso em um próximo texto!
Conjunto de revestimento e acabamentos

Conjunto de revestimento e acabamento

Indo para um exemplo mais prático, imagine que você terminou de construir uma parede: ali está ela com seus tijolos unidos pelo cimento. Logicamente para deixar tudo mais bonito você vai e aplica uma argamassa, pronto, está ai um exemplo de revestimento. 
Mas calma aí, e se após a argamassa eu quiser colocar uma tinta verde na parede? E logo após isso também vir com alguns azulejos por cima? Ainda assim continuará sendo revestimento? A resposta é sim! Cobrindo a fundação da parede (Nesse caso os tijolos) Já temos então um revestimento, não importa o número de camadas. 
Inclusive, nos da SOMMAR oferecemos um revestimento de nanotecnologia em formato de tinta que reduz 50% da temperatura da superfície! O Nanoprotect é ótimo para aqueles possuem paredes poentes na sua construção e querem uma opção eficaz  para combater o calor, saiba mais clicando aqui
Pois bem, tudo isso resolvido vamos então para as opções de acabamento, para além do exemplo do ajulezos que demos acima (Lembrar, todo acabamento é revestimento, mas não o oposto) Aqui também se classificam todas as opções que ficarão visíveis para quem por o olho no ambiente, sejam esses materiais práticos ou puramente decorativos.
Quanto aos exemplos, temos desde objetos como estantes e janelas (Quem tem um propósito para além de embelezar a área) Até itens tais como fotografias e quadros, essa famosa pintura de Van Gogh abaixo demonstra bem o que é um ambiente com um acabamento intenso.
Quadro van gogh revestimento e acabamento
Falando em quadros, estes muitas vezes podem ter um valor astronômico, ou ainda mais importante, um valor sentimental inestimável, para protegê-los dos raios UV é normal que eles fiquem distantes da luzes da janela (Como mais uma vez, nosso pintor holandes demonstra acima). Infelizmente com isso você perde bastante da luz visível que poderia iluminamos e ressaltá-los
Isso é claro, até você aplicar nessas janelas nosso outro produto, a resina de nanotecnologia nanolux, com elas os raios ultravioleta e infravermelho, principais  causadoras do calor e do desbotamento de móveis, são bloqueados ao mesmo tempo em que a luz visível pode passar tranquilamente pelo vidro. Você também pode conhecer mais nossa resina por esse link  
Concluindo tudo o que vimos, revestimentos e acabamentos são classificações de infinitos tipos de materiais e objetos que servem para deixar ambientes únicos, tanto com objetivos puramente estéticos quanto práticos, e caem entre nós, sempre gostamos de dar uma atenção a esse último. 
Nos link abaixo você encontrará outras dicas de nos da SOMMAR sobre como otimizar seu ambiente, e principalmente, melhorar o conforto térmico nele!
Mateus Barros
mateus.barros@sommar.eco.br

Graduando em Ciências Econômicas -UFPE Est. de Vendas e Marketing SOMMAR

Sem comentários

Postar um comentário

(81) 3040.3895
close-image
×