Como os aparelhos de climatização afetam sua conta de energia?

Como os aparelhos de climatização afetam sua conta de energia?

Muitos são as cidades brasileiras cujo calor chega a ser bem intenso. Em alguns casos, fica difícil permanecer em um ambiente ou até mesmo dormir. Por isso, não é atoa que tantas pessoas optem por aparelhos de climatização para diminuir a temperatura e buscar o conforto térmico.

Os ar-condicionados são queridos por quase todos os brasileiros, a sensação de frescor e a praticidade os fazem ser sinônimos de dias de calor mais amenos. Contudo, embora a alcancem o sonhado conforto térmico, com ele vem um indesejado aumento na conta de energia.

Será que existe uma maneira de evitar grandes aumentos na conta sem abrir mão do uso do ar-condicionado? Sim! Para isso preparamos esse artigo com o objetivo de ajudar nosso clientes nessa missão quase impossível.

O consumo de energia de aparelhos de climatização

O que inúmeras pessoas pensam é que o tamanho do ar condicionado é o grande vilão na conta de energia, mas essa afirmação nem sempre é verdade. O consumo do aparelho depende de diversos fatores que vão além da potência (BTU) instalada no ambiente.

Aparelhos de climatização mais modernos, a exemplo do modelo inverter, possuem tecnologias de software e termostatos que possibilitam a adequação do conforto térmico automaticamente reduzindo o consumo, mesmo que a potência instalada do aparelho seja maior do que a de um modelo antigo. O que acontece é quanto mais a tecnologia evolui, aparelhos mais eficientes são criados para ajudar justamente neste quesito, sem precisar tirar aquilo que você mais deseja: o frescor e o conforto!

Além de prestar atenção na tecnologia utilizada, é necessário que sejam feitos check-ups periódicos sempre que possível para ver como estão os filtros de ar e como anda sua instalação. Sabia que sistemas elétricos antigos podem gerar escapes de energia e consequente aumento da conta ao final do mês?

Além do modelo, revisão e sistema elétrico a quantidade de vezes e o tempo que você usar o dispositivo influenciará na conta, assim como quantos graus você deseja esfriar no ambiente. Não é atoa que no verão, sentimos um grande aperto em nosso coração quando vemos a conta de energia.

De todo jeito, podemos concluir que os aparelhos de climatização em si não são exatamente os vilões desta história, mas sim podem acarretar um aumento significante na conta de energia se não atentarmos para os itens que cercam o uso e instalação do aparelho

Economize energia com seu ar-condicionado

  • Diminua os gaps de resfriamento.
    A diferença de temperatura em relação aos demais ambiente da casa nunca deve exceder os 6-7 °C, para evitar mudanças abruptas de temperatura e reduzir o esforço do aparelho. Além de economizar na conta, a saúde também é beneficiada, pois a transição repentina entre o quente e o frio também altera nossas defesas imunológicas, tornando-nos mais vulneráveis ​​a infecções. Busque colocar o ar com 5°C a menos que a temperatura do dia para garantir o conforto e a eficiência.
  • Atenção a manutenção
    A manutenção e limpeza regular do ar-condicionado é muito importante para garantir o desempenho ideal e uma boa operação. Os parelhos de climatização devem ser limpos periodicamente a depender da frequência de uso e exposição do ambiente. Aparelhos residenciais devem ser acompanhados trimestralmente e os de estabelecimentos comerciais no mínimo 01 vez por mês.
  • Procure reduzir a incidência solar
    A melhor maneira de economizar com a climatização é reduzir a quantidade de calor que passa para o ambiente. Utilização de revestimentos térmicos eficientes para o vidro, como o Nanolux faz com que mais de 50% do calor não entre no ambiente, reduzindo o consumo de até 40% de energia com o ar-condicionado. A utilização de cores claras no ambiente também reduz a quantidade de calor absorvida e minimiza o esforço de resfriamento do aparelho. Afinal: Melhor que esfriar o ambiente é impedir que ele aqueça.
  • Tempo de utilização
    Se o seu modelo não é inverter há uma solução simples para controlar o uso: A melhor solução é programar tanto a ativação quanto a desativação do ar para economizar dinheiro. Muitas vezes, principalmente durante a noite, o ambiente já está todo climatizado enquanto você dorme, sem a necessidade de o ar-condicionado continuar ligado. O melhor ser feito neste caso é simplesmente é programar para ele se desligar depois de um tempo.

Aparelhos de climatização não precisam ser tidos como vilões

Como você viu, os aparelhos de climatização podem ser grandes aliados na luta contra o calor, mas você precisa usá-los com moderação e eficiência. Dessa forma, você verá uma redução na conta de energia e poderá se beneficiar do clima que ele o trouxe.

Se o incômodo maior é a entrada do sol pelos seus vidros, não deixe de conhecer o Nanolux! Talvez assim você nem precise ligar o ar-condicionado em algumas boas horas do dia!

Catarina Maia
Catarina Maia
catarina@sommar.eco.br

Engenheira Químcia pela UFPE e Åbo Akademi - Filnândia. Atualmente coordena o setor de Otimização Térmica e Energética da SOMMAR na função Diretora Executiva da organização.

Sem comentários

Postar um comentário

×